18 maio 2006

O próximo romance de Pedro Vasconcelos

Ontem, assisti a uma palestra/conversa do escritor Pedro Vasconcelos, que editou o ano passado o seu primeiro romance, 1613.

Pedro Vasconcelos revelou-nos a sua paixão pela leitura, lê 5 a 6 livros ao mesmo tempo, lê em qualquer lugar, até nos semáforos. Está, presentemente a ler Padre António Vieira e os Judeus. Esta obra enquadra-se na preparação do próximo romance, que se irá intitular 1621.

Ao longo da conversa o escritor falou-nos de 1613, como foi construindo a obra e as personagens. Revelou-nos também alguns pormenores do seu próximo romance, que sairá em Novembro e dos seus projectos, pretende escrever um livro por ano.

Em relação ao próximo livro, sabemos que Nenu irá morrer, mas mais nada, nem como, nem porquê. O facto de Nenu morrer, não significa que deixará de condicionar ou de intervir no romance. Ela, antes de morrer irá ser amaldiçoada, e transforma-se numa "sucubus". "Sucubus" é uma entidade feminina que tenta os homens nos sonhos.

Miguel, o filho de Nenu irá surgir no romance como protegido do Padre António Vieira, personagem histórica por quem Pedro Vasconcelos nutre uma enorme admiração e interesse. Promete muita acção de "capa e espada" e romance, obviamente.

Pedro Vasconcelos tem os ingredientes para se destacar na literatura portuguesa. Procura conciliar personagens e acontecimentos da nossa história, polvilhados de magia/feitiçaria/sonho, objectos etnográficos (máscaras, armas, etc), aspectos das culturas locais e muita imaginação. Mas, o mais importante de tudo é que nos faz sonhar.

12 comentários:

totoia disse...

Foi um final de tarde muito agradável. Pedro Vasconcelos é um excelente comunicador! Estou ansiosa pelo próximo livro...Espero reecontrar o Peter Cornellius!

totoia disse...

Nenu não tens nada a dizer sobre a morte que o teu criador de quer dar? Estás de acordo que morras já no próximo livro ou pensas que ainda tinhas muito para dar?

Anónimo disse...

Segundo Pedro Vasconcelos, no seu próximo romance, Nenu vai seduzir...
Quem?
Será que tem tempo ou morre sem o conseguir?
Em Novembro, esperamos saber as respostas.Ficamos à espera.

Filipa

Anónimo disse...

Ficámos ansiosos pelo próximo livro, o contacto directo com o escritor tem destas coisas....
Tornamo-nos muito mais próximos das personagens, e queremos seguir os seus destinos.
Fiquei especialmente curiosa, pelo destino da minha personagem preferida.
A Nenu é uma personagem com uma presença muito forte, envolvida numa mística e uma sensualidade muito acentuada. Espero que no próximo livro, ela continue com esta força.

Isa

Minerva McGonagall disse...

Eu sei quem é a Nenu, e a laranjinha não!!!!

totoia disse...

Gostei muito de saber quem eras Nenu, de facto és uma pessoa muito especial!

Laranja com Canela disse...

Nenu, quem és tu? :)

Crymynoso Compulsyvo disse...

Não conheço o homem,nem esse tal Nenus, mas tá tudo bem.

Nenu disse...

Precisei de lembrar-vos o que sou. Não importa para onde quero ir... Eu estou em todos os lugares, foi-me dada essa possibilidade. Eu sou Amor. De uma forma ou de outra, movo-me por amor. Seja por devoção a Manuel, seja por entrega incondicional à criança que vai nascer.
E o amor habita a alma. Darei anima a outros, seduzindo, envolvendo... Assim sou. A morte física não me assusta... Eu sou, logo existo. Sem tempo, sem lugar, sem forma...
Obrigada, Pedro.

patitika disse...

Eu também sei quem é a NENU... e fiquei muito surpreendida...pela positiva é claro!!! Então Laranja, já descobriste?ehehe

Laranja com Canela disse...

Nenu, que boa surpresa.Obrigada e Beijinhos.

India disse...

Ainda bem que toda a minha gente gosta da Nenu... Ela é de facto especial. Tão especial que continua a suscitar muita curiosidade...
Como dizia num outro post... não há muitas como ela na Literatura Portuguesa...
É bom ainda haver princesas neste mundo tão massificado.