30 dezembro 2005

A Conspiração ...


"A Conspiração" ("Deception Point", 2001) é o último livro de Dan Brown publicado entre nós. Comecei a minha leitura com a expectativa que o autor seguiria o mesmo esquema narrativo do "Código Da Vinci" (em Maio nos cinemas) e de "Anjos e Demónios", mas até agora tenho notado algumas alterações. De Robert Langdon, até à página 95, não há sinais.

8 comentários:

rutemoura disse...

"A Conspiração", segundo o que li algures, é o primeiro livro de Dan Brown, escrito muito antes do "Código Da Vinci" e de "Anjos e demónios", só agora foi publicado em Portugal para aproveitar o sucesso de vendas conseguido pelos livros anteriores.

Ricardo disse...

Viva,

Ando com alguma alergia de Dan Brown mas, quem sabe, um dia leio este livro. Achei o Código um livre que se lê bem mas que não merecia a atenção que teve.

Um abraço e renovo os votos de um grande 2006,

Laranja com Canela disse...

Dan Brown teve muito sucesso com O Código Da Vinci e agora aproveita o balanço. Ele tem uma fórmula de construção do romance que vai utilizando, essa fórmula prende o leitor e ajuda a vender muitos livros.

Os seus livros, não são livros a não perder.

No entanto considero que, as suas obras: a) fazem referência a obras e monumentos que suscitam a curiosidade, e levam-nos a querer saber mais; b) lêem-se bem e os finais dos capítulos aguçam-nos a vontade de terminar a história; c) utilizam alguns factos científicos e isso ajuda a agarrar o leitor.
Para mim, o que me levou a ler este livro foi a expectativa de como é que o romance estava escrito, se continuava as aventuras de Robert Langdon e qual seria o contexto da aventura. Bem, ainda não terminei. Depois digo-vos a minha opinião.

Rute e Ricardo, Um Bom Ano de 2006!

rutemoura disse...

um bom ano para laranja com canela, ao contrário do Ricardo não tenho alergia a Dan Brown e faz parte da minha lista para 2006, por agora continuo fascinada com o Codex 632, que já acabei e tal como os livros de Dan Brown aguçou-me a curiosidade para este polémico tema, por isso ando a ler tudo o que fale dos descobrimentos.

Ladyhari disse...

?Digital Fortress? (1996)
?Anjos e Demónios? (2000)
?Deception Point? ou ?A Conspiração? (2001)
?Código Da Vinci? (2004)

India disse...

Uma leitura apaixonante é, quanto a mim, uma boa leitura. Todos os escritores têm as suas estratégias para enredar o leitor nas teias conspirativas e maquiavélicas das suas personagens. Dan Brown não é excepção. A sedução de um segredo milenar, a possibilidade da História ter sido contada de outra forma, é um ingrediente sempre poderoso para suscitar "aquele formigueiro" que todos os leitores compulsivos conhecem. Se a fórmula é servida repetidamente é , em boa medida, por desejo expresso de milhões de seguidores atentos... Vejam o sucesso de Harry Potter, ou de Paulo Coelho...Nem todos se identificam com as temáticas e com os esquemas narrativos;para muitos as obras suscitam dúvidas éticas, morais ou religiosas... O facto é que o fenómeno editorial alimenta-se a si próprio e a uma dezena de outros escritores menos conhecidos que aproveitam a boleia mediática e o filão temático. Ontem Da Vinci, hoje Colombo, amanhã Bono Vox... Queremos livros que nos apaixonem... afinal, um livro sublime não tem que ser, necessariamente, uma obra prima.

rutemoura disse...

Isso é que é falar India...

Laranja com Canela disse...

Também concordo. Um bom livro é aquele que nos apaixona.